babaca

Tudo mais

Quem vai chorar? Quem vai sorrir?

Desde a morte do Michael Jackson em 2009, eu venho reparando como a cena se repete: Morreu alguma celebridade e logo as redes sociais transbordam de gente lamentando, gente lamentando por quem tá lamentando, e em boa parte das vezes gente que aproveita pra escrachar e dizer tudo o que pensa sobre o recém-falecido. Eu, músico e produtor de shows tenho uma visão um pouco diferente da dos fãs, justamente por estar “deste lado da barricada”. A gente não tem muita chance, e pra falar a verdade nem é saudável ser tiete. a minha admiração a muitos dos artistas do